informações técnicas

O fechamento de arquivos para impressão é parte fundamental na produção de impressos. Por isso disponibilizamos algumas dicas e informações técnicas para que você conheça melhor o processo gráfico. Você pode também fazer o download do nosso manual.

Formatos de Papel

Partindo de uma folha A0, podemos dividi-la em duas folhas A1, que têm exatamente a metade da área, e assim segue até A10. A escala segue em ordem decrescente, e por isso é bom compreender que quanto menor o número ao lado do A, maior será o papel. Os formatos 2A0 e 4A0 são especiais e geralmente não muito utilizados.

Medidas em milímetros
Formato A (LxA) Formato B (LxA)
A0 841 × 1189 B0 1000 × 1414
A1 594 × 841 B1 707 × 1000
A2 420 × 594 B2 500 × 707
A3 297 × 420 B3 353 × 500
A4 210 × 297 B4 250 × 353
A5 148 × 210 B5 176 × 250
A6 105 × 148 B6 125 × 176
A7 74 × 105 B7 88 × 125
A8 52 × 74 B8 62 × 88
A9 37 × 52 B9 44 × 62
A1 26 × 37 B10 31 × 44

Na UMA, trabalhamos com os formatos do A2 ao A8 e B2 ao B8, identificados em vermelho na tabela acima.

Overprint " Imprimir sobre "

Todos os textos em preto deverão estar em OVERPRINT. Isto fará com que os textos sejam impressos com qualidade e perfeição. O recurso de overprint deve ser utilizado somente para sobrepor texto preto em fundo colorido até o tamanho de 60 pontos.

Acima desse tamanho, é necessário deixar o texto vazado para não misturar com a cor de fundo.

Abaixo segue tutorial:

Filter>Colors>Overprint Black

Unselect Stroke

Select Include Blacks with CMY

Formato de arquivo

pdf-x1a.png

Você pode usar o software que preferir para montar sua arte; entretanto, é importante que você finalize o seu arquivo no formato PDF/X-1A antes de envia-lo para nós.

Veja abaixo mais informações sobre esse formato específico:

O padrão PDF/ X-1A foi criado para definir instruções para o manuseio de arquivos digitais no mercado das artes gráficas. Isso facilita a padronização dos arquivos, evitando problemas de compatibilidade e variação de cores na impressão. O formato PDF/ X-1A é compatível com os programas de design mais usados no mercado, como o Adobe Photoshop, o Adobe InDesign, o Adobe Illustrator e o Corel Draw, por exemplo. A Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica (ABTG) escolheu esse formato como padrão nacional de utilização em trabalhos gráficos.

Formato Aberto ou Fechado

Entende-se por formato aberto o material antes de receber acabamentos (principalmente a dobra). O formato fechado é o formato do material pronto, ao final da produção, após dobras e acabamentos.

Impressão no modo de Cor CMYK

Esse método faz uso de pequenos pontos (retículas) de cor para atingir as tonalidades possíveis variando entre diâmetro (tamanho) dos pontos e o espaçamento entre eles. Esse método causa uma ilusão de ótica, fazendo com que o cérebro identifique as cores de acordo com os espaços e tamanhos dos pontos. Abaixo, temos uma ilustração ampliada do reticulado para porcentagens de preto:

cmyk-pb.png

Para o colorido, o processo é o mesmo:

cmyk-colorido.png

Com a união dessas quatro cores principais é possível gerar um vasto número de cores, bastando mudar suas relativas porcentagens (tamanho dos pontos), além de seus espaçamentos.

Na Gráfica UMA, utilizamos a impressão somente em formato CMYK, portanto, para você nos enviar sua arte, é imprescindível que a mesma esteja no modo de cor CMYK. 

Para converter seu documento em CMYK, siga o tutorial abaixo:

Vá ao Menu superior > File [Arquivo] > Documento Color Mode [Modo de cor] > CMYK Color

Desta forma você passa o seu arquivo para o modo de cor CMYK.

Caso queira confirmar, basta abrir a janela “Document Info” e verificar se o arquivo esta mesmo em modo de cor CMYK.

Como utilizar a cor preto (K)

Um problema comum ocorre na composição da cor preto, chama-se o texto composto ou aberto em cores. Isto ocorre, quando o preto é criado usando as quatro cores (400%) para chegar a uma cor que na realidade já é existente no processo. 

Para textos, linhas finas e pequenos elementos em preto, é necessário que o preto seja aplicado de forma pura, ou seja, preto(K) 100%.

Nestes casos, você deve deixar sua paleta de cores configurada da seguinte maneira:

As instruções deste tutorial foram feitas no Adobe Illustrator, porém servem para qualquer programa de edição de imagens. As paletas de cor trabalham da mesma forma em todos os software de edição de imagens, assim como o Adobe Photoshop, Adobe InDesign e Corel Draw, por exemplo.

 

 

Como utilizar o preto calçado ( chapado )

Quando há necessidade de “carregar” o preto para que este tenha uma aparência mais brilhante e densa ou para grandes áreas: no caso de fundos (e algumas vezes, imagens), o preto deve ser usado em sua configuração composta, ou seja, Ciano(C) 30%, Preto(K)100%. Chamamos esta configuração de “preto calçado” ou “preto chapado”.

Para isto, sua paleta de cores deve estar configurada conforme o exemplo abaixo:

As instruções deste tutorial foram feitas no Adobe Illustrator, porém servem para qualquer programa de edição de imagens. As paletas de cor trabalham da mesma forma em todos os software de edição de imagens, assim como o Adobe Photoshop, Adobe InDesign e Corel Draw, por exemplo.

 

Transformar Fontes em Curvas e Vetores

O exemplo abaixo ilustra fonte e vetor. Recomendamos que as fontes sejam convertidas sempre em curva (“criar contorno” ou “create outlines”), pois assim a letra se torna vetor e reduz os riscos de problemas de registro na impressão.

Atenção: Antes de começar este processo salve seu documento editável com outro nome, pois ao final deste processo não será possível editar seus textos.

Antes de começar, você precisa saber quais as fontes que deseja transformar em curva e a sua localização na arte. Para fazer isso e verificar onde há fontes a serem transformadas em curva, use a ferramenta ‘Find Font’ [Procurar Fontes].

Para usá-la, vá ao Menu Superior > Type [Tipo]> Find Font [Procurar Fontes].

 

Na janela que se abre, a lista mostra as diferentes fontes que há em seu documento.

Basta clicar em Find [procurar] e as fontes encontradas serão selecionadas, ficando visíveis na sua arte. Desta forma você saberá onde estão os textos a serem convertidos em curvas.

Em seguida vá ao Menu Superior > Type > Rasterize Type Layer [Rasterizar camada de texto].

A outra opção é clicar com o botão direito do mouse em cada camada de texto e escolher a opção Rasterize Type.

 

 

 

 

downloads

  • Manual da UMA

    Este manual contém orientações para criação, fechamento e envio de arquivos para impressão, dentro dos padrões solicitados pela UMA.

    download
  • Pedido de Impressão

    Envie seu pedido online (ao clicar em online redirecionar para o envio de PI) ou baixe o formulário anexo e solicite sua impressão por e-mail.

    download

feedback

Não encontrou a resposta para sua dúvida?